Como dar entrada no auxílio doença 2019

Confira os procedimentos para solicitar o auxilio doença INSS em 2019

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) recebe diariamente solicitações de auxílio doença.

Esse é um benefício oferecido ao contribuinte por tempo limitado, sendo conhecido como a porta de entrada para a aposentadoria por invalidez (em alguns casos).

A sua aprovação ou não depende da avaliação da perícia.


O que é o auxílio doença do INSS?

É um benefício em dinheiro pago aos cidadãos que, por estarem doentes ou incapacitados, não podem trabalhar.

O tempo pelo qual o auxílio doença é recebido depende do tipo de problema de saúde e do parecer dos peritos: há contribuintes que o recebem por alguns meses, enquanto outros ficam anos sendo beneficiados.

As doenças pelas quais as pessoas podem pedir esse auxílio são variadas, como cegueira, problemas de coluna, doenças mentais, problemas cardíacos, tuberculose, mal de Parkinson e outras.

Já o valor do auxílio doença é estabelecido considerando os recolhimentos previdenciários do último ano.

Como dar entrada no auxílio doença 2019


Passo a passo para dar entrada no auxílio doença 2019

Dá para pedir o auxílio doença no telefone 135 ou usando o site do INSS: https://www2.dataprev.gov.br/sabiweb/agendamento/inicio.view#sabiweb. Faça o seguinte:

  • Reproduza as letras e números que compuserem o código captcha;
  • Clique em “confirmar”;
  • Determine o Estado e a unidade do INSS;
  • Escolha o dia e horário da perícia médica;
  • Clique em “Avançar”;
  • O site da previdência mostrará um formulário que tem de ser completamente preenchido;
  • Depois, clique em “Avançar” de novo;
  • Guarde o protocolo de agendamento de perícia que o INSS apresentar.
Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como funciona o auxílio-doença por câncer de mama

O auxílio-doença por câncer de mama é uma ajuda dada pelo governo a pessoas que estão com condições de saúde que impossibilitam o exercício do trabalho. Ele pode ser concedido inclusive para situações mais graves, como é o caso do câncer de mama, assunto do qual vamos tratar neste post.

Muitas pessoas têm dificuldades na hora de pedir pelo benefício, pois não sabem como o processo funciona. Se você tem essas dúvidas, nos acompanhe para entender melhor sobre o assunto.


Requisitos para pedir o auxílio-doença

Primeiramente, você deve saber que, para pedir o auxílio, deve haver uma condição de saúde provada por documentos médicos. A perícia médica do INSS é responsável por avaliar se a paciente tem condições ou não para trabalhar. Caso a incapacidade seja atestada, você pode solicitar a liberação do benefício.

É importante, também, ser segurada da Previdência Social. Desse modo, a sua contribuição será compensada pelo auxílio em casos de doenças graves, como o câncer de mama.


Como dar entrada no pedido

Para obter esse tipo de benefício em casos de câncer de mama, a cidadã considerada inapta a trabalhar deve realizar os procedimentos para dar entrada no auxílio-doença no INSS.

Você pode optar por ir a uma unidade pessoalmente ou, se não puder se locomover, também pode fazer a solicitação por meio de um procurador. No entanto, vale lembrar que é preciso preencher um requerimento quando for fazer o pedido.

Há ainda a opção de fazer esse requerimento por meio da internet, que é a alternativa mais indicada.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Quem tem direito a receber o auxílio-doença do INSS

O auxílio-doença é um benefício pago pelo INSS para aqueles que estão incapacitados de trabalhar devido a alguma restrição física ou de saúde. Esse recurso é recebido mensalmente como um salário, enquanto o beneficiário está em período de recuperação da condição específica que o impede de trabalhar no momento.

Contudo, muitas pessoas têm dúvidas sobre este pagamento. Afinal, quem tem direito de receber o auxílio-doença e quais as condições para ter acesso ao benefício? Neste texto nós vamos explicar de forma simples e clara tudo o que você precisa saber sobre o assunto.


Como funciona o auxílio-doença

Todo segurado da Previdência Social possui o direito de receber o auxílio-doença por estar incapacitado de trabalhar. No entanto, só é possível receber o benefício caso o trabalhador tenha contribuído por pelo menos doze meses antes do afastamento. Esta regra impede que algumas pessoas comecem a contribuir pouco antes de se afastarem somente para receber o auxílio.

Só pode receber o auxílio-doença antes dos doze meses de carência aquele profissional que sofreu um acidente de trabalho. Há também algumas doenças específicas definidas pela Constituição que permitem que a pessoa se afaste de suas atividades usuais sem esse período de contribuição de doze meses.

Tipos de auxílio-doenca

Há dois tipos de beneficiários para o auxílio-doença: o previdenciário, que é aquele que se afasta por algum motivo que não tenha relação com o trabalho em si; e o acidentário, que é quando o trabalhador se afasta devido a um acidente de trabalho, podendo ser, inclusive, durante o trajeto para a empresa.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como fazer o agendamento do Auxílio-doença no INSS

O Auxílio-doença está entre os benefícios mais requisitados na Previdência Social. Ele pode ser liberado para aqueles trabalhadores que ficam impedidos de cumprir as suas obrigações profissionais devido a algum acidente de trabalho ou doença.

Essa incapacidade deve ser atestada oficialmente por um médico do INSS, através da perícia médica. Quem se enquadrar na categoria de trabalhador rural ou urbano, pode solicitar o benefício após 15 dias de afastamento, sejam corridos ou intercalados. Mas vale lembrar que é preciso dar entrada em até 60 dias.

Já para empregado doméstico, trabalhador avulso, contribuinte individual, contribuinte facultativo e segurado especial, o auxílio pode ser pedido no momento em que o profissional se incapacitar.

Tipos de auxílio-doença

Existem algumas variações no Auxílio-doença, sendo necessário verificar em qual delas você se encaixa. Veja as diferenças:

Auxílio-doença Acidentário

Esse tipo de auxílio-doença é pago para o trabalhador que sofreu algum tipo de acidente e teve consequências que o impedem de exercer suas funções.

Quem pode receber: apenas o empregado vinculado a uma empresa.

Carência: não há.

Auxílio-doença Previdenciário

Esse é o caso daquelas pessoas que estão afastadas dos seus afazeres profissionais devido às consequências causadas por alguma doença.

Quem pode receber: Trabalhador Urbano e Rural, Empregado Doméstico, Trabalhador Avulso, Contribuinte Individual, Contribuinte Facultativo, Segurado Especial.

Carência: 12 meses de contribuição ao INSS.

Como agendar o pedido do Auxílio-doença

Todavia, para receber o benefício, o segurado do INSS precisa seguir diversos procedimentos. O primeiro dele é fazer o agendamento do Auxílio-doença pela internet ou pelo telefone.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Confira as novas regras do auxílio-doença do INSS

Os trabalhadores que precisarem dar entrada para receber o auxílio-doença do INSS devem ficar atentos a algumas mudanças importantes que foram aplicadas nos procedimentos, pois isso tornou mais fácil a concessão do recurso. Uma das principais alterações decretadas pelo Governo Federal é a descentralização das perícias médicas realizadas nos segurados.

Na prática, isso significa que as avaliações médicas que determinam se o trabalhador tem direito ao benefício pode ser feitas por outros profissionais especializados, sendo que o mesmo vale nos casos de aposentadoria por invalidez. Essa é mais uma tentativa do governo de minimizar as grandes filas que se formam nos postos do INSS, agilizando assim o processo.

Medidas para reduzir as filas

auxilio-doenca-inss-novas-regras

De acordo com as novas regras implementadas pelo governo, agora o INSS tem a possibilidade de fazer um convênio com o SUS para a realização das perícias. Dependendo da condição de saúde do segurado, até mesmo o atestado médico pode servir como prova para dar entrada ao auxílio-doença. Essa medida também vale para os casos em que é solicitada a prorrogação do benefício.

As alterações no sistema chegam para amenizar o alto número de pessoas aguardando pelas avaliações médicas. Segundo especialistas, a fila para conseguir o benefício pode chegar a até seis meses.

A longa espera está relacionada à falta de peritos suficientes para atender aos pedidos de entrada no INSS, principalmente durante os momentos de greve.

Informações divulgadas pela própria Previdência Socal mostram que mais de um milhão de perícias deixaram de ser feitas por conta da greve dos médicos.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como receber o Auxílio-Doença do INSS

O Auxílio-doença do INSS é um benefício pago para os empregados que precisam se afastar das suas funções por algum tipo de impedimento ligado à saúde. Vários são os fatores que podem levar o profissional a esse afastamento, sendo que cada caso precisa ser analisado de maneira específica.

O salário a ser recebido pelo trabalhador durante o período em que ele estiver afastado é pago pelo INSS somente se o tempo for superior a 15 dias. Por esse motivo, o primeiro passo para receber o benefício é estar em dia com a Previdência Social. Em seguida é necessário realizar uma série de procedimentos obrigatórios junto ao órgão.

receber-auxilio-doenca

Requerimento do auxílio-doença

Trabalhadores com carteira assinada

Para aqueles profissionais que atuam no mercado com a carteira assinada, os passos são:

1. Ter um atestado médico que afirme a sua condição e a necessidade desse afastamento.

Esse documento deve conter a doença que foi diagnosticada, o CID 10 que seja mais apropriado, além do tempo que deverá ser afastado das suas funções. O atestado deve ser acompanhado por laudos que comprovem a sua veracidade.

2. Apresentar o atestado à empresa.

Um ponto importante é saber que, caso o afastamento seja de até 15 dias, o valor referente a esse tempo será pago pela empresa. Para um período superior a esse número de dias, o segurado precisa agendar e comparecer a um dos postos do INSS. Já no 16º dia, algumas companhias costumam realizar esse procedimento para o empregado, todavia, essa prática não faz parte das suas obrigações legais.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais