Como fazer o cálculo da Guia da Previdência Social (GPS)

A Previdência Social ainda é um dos órgãos mais importantes do Brasil, visto que através dos seus benefícios é possível ter direito a uma série de vantagens essenciais para garantir mais conforto no futuro e aproveitar a aposentadoria de maneira tranquila.

E nesse processo, é importante que as pessoas saibam como fazer o cálculo da Guia da Previdência Social (GPS) para manter os pagamentos sempre em dia e evitar contratempos.

A fim de facilitar a vida dos contribuintes, o governo disponibiliza essa opção no site da Receita Federal, dessa forma é possível fazer todo o procedimento sem precisar sair de casa ou do escritório, evitando também a formação de filas nos postos de atendimento, que até bem pouco tempo atrás era bastante comum.

Você poderá gerar uma guia para cada mês específico, ou se desejar, para um período maior. Isso fica a critério de cada pessoa. A única ressalva é que o tempo não pode ultrapassar cinco anos, sendo que, além de fazer o cálculo para pagamento, você também poderá optar por cadastrar o valor em débito automático.


Cálculo da GPS pela internet

Como fazer o cálculo da Guia da Previdência Social (GPS)

Como mencionado acima, a melhor forma de calcular o GPS é através da internet, por ser uma maneira prática e sem nenhuma burocracia. Para isso basta seguir os seguintes procedimentos:

1. Para iniciar o procedimento, acesse o site da Receita Federal por este link.

2. Digite os dados pedidos no formulário que são:

  • Categoria da contribuição que pode ser individual, doméstico, empresário, facultativo ou segurado especial.
  • O número do NIT, PIS ou PASEP.
  • Caracteres apresentados na caixa correspondente, em seguida basta clicar em confirmar.

3. Verifique se todos os dados estão corretos e escolha a opção que deseja. Pode ser um carnê referente a um mês específico ou de um período maior. Em seguida, é só imprimir essas informações.

Débito automático

Já os interessados em cadastrar o pagamento do GPS via débito automático também é muito simples, para isso basta:

1. Acessar o site da Previdência Social para autorizar essa cobrança; o endereço correto é este do link.

2. Digitar o CPF do contribuinte e também a senha do sistema, caso não tenha esse dado. É necessário agendar um horário em um dos postos de atendimento para realizar o cadastro dessa senha. Esse agendamento pode ser feito no www.previdencia.gov.br ou pelo telefone 135.

3. Clicar em “Entrar”, e na página seguinte, autorizar essa cobrança.

4. Preencher os dados com o número do banco, agência e conta corrente

Feito isso, todos os meses o pagamento será feito de forma automática, e sem complicações, tudo de uma maneira rápida e prática. Antes de escolher essa opção, é importante saber se o seu banco possui convênio, são eles:

  • 001 – Banco Do Brasil
  • 003 – Banco Da Amazônia
  • 033 – Banco Santander
  • 041 – Banrisul – Banco Do Estado Do Rio Grande Do Sul
  • 047 – Banese – Banco Do Estado De Sergipe
  • 104 – Caixa Econômica Federal
  • 237 – Banco Bradesco
  • 341 – Banco Itaú
  • 389 – Bmb – Banco Mercantil Do Brasil
  • 399 – Hsbc Bank Brasil

É essencial que o contribuinte fique atento se realmente as cobranças estão sendo debitadas na conta cadastrada antes de suspender o pagamento manual. Algumas vezes pode acontecer algum erro no sistema, e a suspensão do pagamento sem essa devida confirmação poderá acarretar problemas no futuro.

Outra informação importante é que em alguns casos, apesar de fazer essa solicitação no site da Previdência, é preciso comparecer em um dos balcões de atendimento da sua agência bancária com uma autorização por escrito, isso vai depender de cada situação.

Em caso de qualquer dúvida basta ligar para o número 135, que é a Central de Atendimento do INSS que funciona de segunda a sábado das 7h às 22h (horário de Brasília).

Você acabou de conferir as informações sobre o cálculo da GPS. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E se você tiver alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Links Patrocinados

Consulta INSS

O Consulta INSS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com a Previdência Social. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.