Como fazer o cálculo da aposentadoria do INSS

Qualquer trabalhador que procure mais informações sobre o INSS pode ter dúvidas recorrentes sobre alguns aspectos importantes do funcionamento do sistema. Um dos principais questionamentos de todo esse processo está relacionado ao cálculo do INSS.

Ter certeza de quanto você vai receber é fundamental para saber se o valor que está sendo pago é realmente o mais adequado para suprir as suas necessidades no futuro. Para esclarecer definitivamente essa questão, nós ensinamos algumas dicas simples para você fazer o cálculo sem erros. Confira.

Qual a base utilizada para fazer o cálculo do INSS?

O primeiro passo para fazer esse cálculo é entender muito bem qual é a base utilizada por especialistas e pelo próprio órgão. A partir daí será possível chegar a um denominador comum com o valor aproximado. É bom lembrar que são utilizadas bases diferentes para cada caso.

Como é feito o cálculo

calculo-inss-como-fazer


Neste caso, desde 1999, leva-se em consideração o salário-de-contribuição, ou seja, são separados 80% dos maiores salários-de-contribuição desde a implantação do Plano Real. Os salários pagos antes do Real são levados em consideração apenas no campo “Tempo”, e não no quesito “Valores”.

Após a atualização desses salários-de-contribuição, chega-se ao número de quantos foram os salários recebidos no total, e então utiliza-se 80% dos maiores rendimentos. Para entender melhor: caso o trabalhador tenha recebido durante toda a vida 150 salários, serão utilizados como base de pagamento os 120 maiores. Esse valor calculado no final recebe o nome de salário de benefício.

Aposentadoria por idade

Para aqueles que desejam se aposentar por idade, é preciso contabilizar 70% do valor base + 1% do valor para cada ano trabalhado.

Aposentadoria por tempo de contribuição

Já para aposentados por tempo de contribuição, é preciso levar em consideração o fator previdenciário calculado segundo a expectativa de vida divulgada pelo IBGE. Isso quer dizer que um homem de 50 anos, por exemplo, perde mais ou menos 30% por conta desse fator, e dos R$ 1 mil reais que teria direito, acaba recebendo apenas R$ 700,00.

Aposentadoria por invalidez

Nos casos em que aposentadoria é atribuída por invalidez, se a pessoa tiver um salário de benefício no valor de R$ 1 mil, não há nenhum tipo de desconto, e ela receberá o valor integralmente.

Auxílio-doença

O benefício a ser pago é 91% do valor base.

Demais benefícios

Os outros benefícios seguem basicamente as mesmas regras. Pensão por Morte é de 100%, Auxílio-Reclusão também 100%, e assim por diante. Porém, vale lembrar que o fator previdenciário também pode ser aplicado aqui, mas isso vai depender de cada caso.

O Fator Previdenciário me prejudica?

Muitas pessoas podem achar que o Fator Previdenciário é usado apenas para reduzir os benefícios, mas nem sempre é o que realmente acontece. Em alguns casos ele pode beneficiar o trabalhador. Por exemplo: se a idade da aposentadoria for entre 65 ou 35 anos de contribuição, o salário terá um aumento de 13% por conta do fator previdenciário.

Na prática, isso significa que quanto mais tarde a pessoa se aposentar, ou mais anos de contribuição ela tiver, maior será o fator beneficiário e maior o salário final da aposentadoria.

Quanto devo pagar?

É fundamental saber como funcionam esses cálculos para escolher a melhor quantia para pagamento, em especial no caso os autônomos, pois essa classe de contribuintes deve fazer manualmente todo o processo, diferente dos trabalhadores com carteira assinada. Existem duas quantias distintas de contribuição para esses trabalhadores:

  • Código 1007: que exige o pagamento de 20% sobre todos os ganhos
  • Código 1163: que prevê o pagamento de 11% sobre todos os ganhos

Em ambos os casos, as informações precisam estar sempre coerentes ao valor pago de Imposto de Renda.

Se essa informação sobre o cálculo do INSS foi útil para você, clique no botão no “Curtir” ou compartilhe com seus amigos no Facebook. E se você tiver alguma dúvida, escreva sua pergunta na seção de comentários.

Links Patrocinados

Consulta INSS

O Consulta INSS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com a Previdência Social. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.