Como funciona o INSS Digital

Entenda para que serve o INSS Digital e veja como funciona a plataforma

O atendimento da maior parte dos órgãos públicos tem ficado digitalizado: com isso, consegue-se diminuir a quantidade de servidores, a quantidade de pessoas nos postos presenciais e o desgaste da população.

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) é uma das instituições que atendem virtualmente aos cidadãos, havendo até uma plataforma chamada de INSS Digital.

Na verdade, esse site não é muito novo, só era conhecido como Meu INSS até bem pouco tempo. Se você nunca usou o INSS Digital ou não sabe exatamente para que ele serve, veja aqui o que é isso e como ela simplifica o atendimento.



O que é o INSS Digital?

O INSS Digital é uma plataforma com diversos serviços da previdência social que os contribuintes podem acessar de graça e de qualquer computador.

As informações colocadas no sistema digital da previdência são protegidas pela instituição e são um verdadeiro canal de atendimento.

Usando essa plataforma, os contribuintes podem fazer solicitações de benefício e acompanhar se ele foi liberado ou não.

Para os que são beneficiários, é possível consultar extratos de depósitos, ver informações sobre crédito consignado e muito mais.

Como funciona o INSS Digital


Para que serve o INSS Digital?

Um dos serviços da previdência social que podem ser acessados na página do INSS Digital é o salário maternidade urbano, sendo possível fazer agendamentos de aposentadorias de diversos tipos.

Para os contribuintes que precisam passar por perícia médica, ela também pode ser agendada pelo Meu INSS, lembrando que ela é fundamental para benefícios relacionados à saúde.

Depois que a perícia é realizada, dá para visualizar o resultado dela pelo portal.

Muitas vezes, os contribuintes precisam de informações mais detalhadas sobre o depósito do seu benefício e, para atendê-los, o INSS possibilita a emissão de extratos, que são pedidos digitalmente.

Aliás, essa é uma recomendação para todos os beneficiários: pedir o extrato periodicamente permitir ver se há movimentações estranhas do benefício.

Diversas financeiras concedem crédito consignado para os cidadãos: nesse caso, as parcelas desse crédito são descontadas do depósito do benefício. Para que o beneficiário não perca o controle desses descontos, ele pode usar o INSS Digital para pedir o extrato desses empréstimos consignados.

Ainda por essa plataforma, o contribuinte consegue:

  • Mudar seus dados de contato, o que é muito importante para que a previdência social consiga falar com esse beneficiário. Sempre que o e-mail, telefone ou endereço for alterado, a pessoa precisa acessar o INSS Digital e fazer a mudança;
  • Visualizar os endereços das agências do INSS em vários lugares do país;
  • Em casos nos quais as pessoas precisam de comprovantes do benefício ou até que elas não recebem nada, dá para emitir a Certidão de Consta ou de Nada Consta;
  • Pessoas que estão esperando pelo deferimento do seu benefício podem usar o Meu INSS/ INSS Digital para acessar a Carta de Concessão e já saber se ele foi autorizado;
  • Se o contribuinte está em vias de se aposentar e quer saber quanto tempo falta para o seu benefício, pode usar o sistema para fazer o seu cálculo de contribuição.

Como usar o INSS Digital

Para usar o sistema digital da previdência, costuma ser preciso fazer um cadastro de senha. Para providenciá-la, o contribuinte precisa fazer o seguinte:

  • Acessar o INSS Digital;
  • Clicar em “Entrar”; é uma opção em azul com o desenho de uma silhueta, localizado no alto, à direita;
  • Selecionar “login”;
  • Nas duas janelas seguintes, o contribuinte deve clicar em “Cadastre-se”;
  • Na terceira janela, haverá vários campos nos quais o cidadão deverá pôr as suas informações pessoais;
  • Em seguida, a pessoa tem de criar uma senha para os seus acessos futuros ao INSS Digital.


Recomendações de uso do INSS Digital

Usar sistemas digitalizados ainda é uma coisa que deixa os contribuintes um pouco preocupados: há sempre o medo de alguém hackear a senha colocada e, dessa forma, acessar o benefício.

Porém, esse perigo não existe se os próprios contribuintes tiverem alguns cuidados:

  • Escolher navegadores que sejam conhecidos e evitar os que são de desenvolvedores suspeitos. Isso porque é possível que eles não tenham tanto sistema de segurança e seja mais fácil para os hackers decodificá-los;
  • Não deixar a senha de acesso do INSS Digital anotada no computador. Isso é perigoso porque, no caso de alguém invadir o computador, ficará sabendo da senha também;
  • Não usar computadores que sejam de uso público: nunca se sabe quem vai usar o computador da lan house depois do beneficiário ou mesmo quem é o dono do local;
  • Mesmo usando o computador de casa, é preciso que ele seja o mais seguro possível. Isso incluirá um antivírus, que deve estar atualizado;
  • Abrindo o site do INSS Digital, a pessoa precisa confirmar se a criptografia está funcionando. Para essa confirmação, é só consultar se um cadeado verde está visível na parte esquerda da barra.
Links Patrocinados

Consulta INSS

O Consulta INSS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com a Previdência Social. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.