Quem tem direito a receber o teto do INSS

Praticamente todo brasileiro tem o desejo de se aposentar com o maior valor possível, o que é chamado de teto do INSS.

De fato, todos os benefícios da previdência social têm um teto e nem sempre é fácil para o contribuinte receber uma quantia alta: tudo dependerá do fator previdenciário e da quantidade de contribuições que cada um fez ao INSS.

Veja, a partir de agora, quem tem direito a receber o teto do INSS. Acompanhe as informações e tenha uma boa leitura!

Quem tem direito a receber o teto do INSS



O que é o fator previdenciário para o teto do INSS?

Tratando-se de quem tem direito a receber o teto do INSS, sempre surge o assunto “fator previdenciário”, apesar de a maioria dos brasileiros não compreender bem o que ele é e porque influencia tanto no valor da sua aposentadoria.

Na realidade, o fator previdenciário é uma conta complexa que foi criada pela previdência social exatamente com o intuito de e evitar que os contribuintes consigam o teto do benefício.

Atualmente, ele é de R$ 5.800,00, mais ou menos, e é fácil entender porque o governo federal não deseja que muitos brasileiros tenham acesso a ele: porque isso representaria um rombo ainda mais dramático aos cofres da previdência social.

Para estabelecer o fator previdenciário, o INSS faz uso da idade do cidadão e do número de contribuições feitas, contabilizando os carnês de pagamento ou GPS e o desconto que sempre ocorre nos salários.


Quem tem direito a receber o teto do INSS

Falando de aposentadoria, você terá direito a receber o teto do INSS, quando tiver contribuído o máximo que poderia.

De fato, é preciso que você tenha pagado a porcentagem mais alta de contribuição por mês, que é de 11%.

Se você não fez isso a vida toda, não há problema: basta que 80% das suas contribuições tenham sido nessa porcentagem, em média.

Por exemplo: se você trabalhou por 35 anos, é preciso que tenha passado 28 anos ou mais contribuindo com 11% todos os meses.

No caso se a sua renda mensal ter sido sempre de R$ 4.000,00, cada contribuição ao INSS deve ter sido de R$ 440,00 para que você possa solicitar a aposentadoria com o teto do benefício.

Não se esqueça de que algumas profissões têm um tempo mínimo menor de contribuição devido à sua periculosidade, como os técnicos de raio X.

Por estarem diariamente expostos às doses de radiação, esses profissionais podem pedir sua aposentadoria integral com 20 anos trabalhados.

Porém, para o direito ao teto, é necessário considerar quanto tempo eles pagaram de contribuição com a alíquota de 11%.


Como dar entrada na aposentadoria para receber o teto do INSS

Caso você tenha a quantidade de contribuições necessária para ter direito a receber o teto do INSS, deve começar a recolhê-las com cuidado: a previdência social costuma tentar dificultar a aposentadoria com o teto do benefício, como já foi dito.

Por isso, é preciso que todo o tempo de contribuição e com a alíquota mais alta seja inquestionavelmente comprovado.

Possuindo os comprovantes das contribuições, você pode ligar para o 135 para agendar o atendimento no posto do INSS de sua preferência.

O site Meu INSS também serve para você agendar sua solicitação de benefício:

  • Clique aqui para ir ao site Meu INSS;
  • À direita, clique em “Entrar”;
  • Selecione “Login”;
  • Crie a sua conta no site Gov.br;
  • De novo no Meu INSS, procure por “Agendamentos/requerimentos”, à esquerda;
  • Escreva “aposentadoria” na busca;
  • Faça o agendamento.

Como se vê, não é necessário escrever nada sobre teto do INSS na busca, já que o trâmite para a aposentadoria com qualquer valor é sempre o mesmo.

Durante a análise da previdência social, ela própria constatará que você tem direito ao teto do benefício e o concederá ou não, caso queira contestar algo.

Depois da solicitação de aposentadoria, será preciso aguardar até 45 dias para que a previdência responda sobre o pedido de benefício.

Durante esse período, você pode ligar para o 135 quando quiser para saber sobre o andamento do processo.


Contratar um advogado facilita o processo para receber o teto do INSS?

Contratar um advogado facilita o processo para receber o teto do INSS?

A ajuda de um advogado costuma ser o meio mais seguro de se conseguir a aposentadoria com o teto do INSS e, de fato, vale a pena contar com um especialista.

Caso você queira economizar, pode tentar o pedido de aposentadoria integral sozinho da primeira vez e esperar a carta de resposta do INSS; se o teto for indeferido, então se deve procurar pela orientação do advogado.

Os honorários variam e há advogados que cobram, aproximadamente, 30% da aposentadoria; com isso, se o valor desta é de R$ 5.800,00, mais ou menos, então os honorários podem custar R$ 1.740,00.

É comum até que os advogados permitam que o cliente divida esses honorários, pagando R$ 870,00 em dois meses ou até parcelando em mais vezes.

Links Patrocinados

Consulta INSS

O Consulta INSS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com a Previdência Social. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.