Aposentadoria por idade 2019

Acompanhe neste artigo as principais informações sobre a aposentadoria 2019; confira todas as regras, informações sobre aumento e veja como dar entrada no benefício

Aqueles que se aposentarão no ano de 2019 devem estar considerando quais são os meios possíveis, ou seja, se o benefício será por tempo de trabalho ou se vai ser por idade; também se pode juntar essas duas quantidades de anos. Conheça aqui quais são as explicações mais importantes sobre a aposentadoria por idade em 2019.


Sistema de pontos para aposentadoria em 2019

O termo “ponto” é conhecido de quem vai requisitar a aposentadoria pelo sistema idade + tempo de serviço e, na realidade, cada ano significa um ponto. Sendo assim, o cidadão que tem 15 anos de serviço registrado e mais 60 anos de idade apresenta 75 pontos.

Na situação hipotética do cidadão acima, nem o homem e nem a mulher conseguiriam a aposentadoria porque a pontuação mínima precisa ser de 85. Os detalhes referentes às pontuações e às alterações delas para o ano de 2019 estarão explicadas no último tópico.

Aposentadoria por idade 2019


Regras para aposentadoria 2019

O ano de 2019 trará certas regras novas para as pessoas que vão solicitar aposentadoria e muitas delas são por causa da tão comentada Reforma da Previdência. Apesar de ela ainda não ter sido totalmente feita, já existem novas normas, como a modificação da regra 85/95 para 86/96.

Também está sendo determinada uma regra nova com relação ao teto das aposentadorias a partir do ano que vem. De acordo com o que é projetado, as pessoas só poderão receber R$ 5.189,00 ou valores menores, ainda que o indivíduo tenha o tempo máximo de trabalho ou de idade.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como funciona a aposentadoria para servidor público estadual

O direito à aposentadoria para servidor público estadual é assegurado quando o profissional cumpre todas as exigências determinadas pelo INSS. Atualmente existem diferentes regras determinadas para a categoria, sendo que aplicação de cada uma delas vai depender da data em que o trabalhador começou a exercer suas funções.

Em vias de regra, os servidores públicos que tenham ingressado no trabalho a partir de 31 de dezembro de 2013 têm o benefício assegurado. No entanto, para aqueles que foram admitidos antes dessa data, esse direito é facultativo, sendo necessário cumprir algumas exigências.

Se você é servidor público e tem dúvidas sobre os requisitos para se aposentar, confira agora os termos gerais que envolvem este tipo de benefício.

Regras gerais da aposentadoria

aposentadoria-servidor-publico-estadual

Existem duas regras gerais, previstas na constituição, que regem a aposentadoria para servidor público estadual. Veja como funcionam os termos:

1. Obrigatoriedade

Como mencionado acima, todos os trabalhados públicos estaduais que foram admitidos a partir de 31 de dezembro de 2013 têm o direito à aposentadoria garantido por lei. Essa aposentadoria pode ser por invalidez, por idade, ou para situações especiais que precisam ser analisadas caso a caso.

2. Opcional

É direcionada para aqueles funcionários que ainda levam em consideração as regras anteriores a essa data estipulada, sendo que cada pessoa deverá cumprir as exigências necessárias para conseguir dar entrada no benefício.

Modalidades da aposentaria para servidor público estadual

1. Invalidez permanente

São considerados invalidez permanente os casos em que o trabalhador sofre algum tipo de acidente de trabalho, doença grave, incurável e contagiosa, ou moléstia profissional.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Confira as novas regras do auxílio-doença do INSS

Os trabalhadores que precisarem dar entrada para receber o auxílio-doença do INSS devem ficar atentos a algumas mudanças importantes que foram aplicadas nos procedimentos, pois isso tornou mais fácil a concessão do recurso. Uma das principais alterações decretadas pelo Governo Federal é a descentralização das perícias médicas realizadas nos segurados.

Na prática, isso significa que as avaliações médicas que determinam se o trabalhador tem direito ao benefício pode ser feitas por outros profissionais especializados, sendo que o mesmo vale nos casos de aposentadoria por invalidez. Essa é mais uma tentativa do governo de minimizar as grandes filas que se formam nos postos do INSS, agilizando assim o processo.

Medidas para reduzir as filas

auxilio-doenca-inss-novas-regras

De acordo com as novas regras implementadas pelo governo, agora o INSS tem a possibilidade de fazer um convênio com o SUS para a realização das perícias. Dependendo da condição de saúde do segurado, até mesmo o atestado médico pode servir como prova para dar entrada ao auxílio-doença. Essa medida também vale para os casos em que é solicitada a prorrogação do benefício.

As alterações no sistema chegam para amenizar o alto número de pessoas aguardando pelas avaliações médicas. Segundo especialistas, a fila para conseguir o benefício pode chegar a até seis meses.

A longa espera está relacionada à falta de peritos suficientes para atender aos pedidos de entrada no INSS, principalmente durante os momentos de greve.

Informações divulgadas pela própria Previdência Socal mostram que mais de um milhão de perícias deixaram de ser feitas por conta da greve dos médicos.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como fazer o agendamento da perícia do INSS

O Instituto Nacional de Seguro Social, INSS, é o órgão responsável por realizar os pagamentos aos trabalhadores, que por alguma razão, precisaram se afastar das suas atividades profissionais. Esse afastamento pode ser por invalidez, quando o profissional não possui mais capacidade física ou mental para exercer as suas funções, ou temporária, no caso de acidentes ou doenças.

A fim de confirmar ambas as condições, é preciso que a pessoa passe por uma perícia, na qual um médico especializado irá avaliar todas as afirmações apresentadas e atestar a real situação do trabalhador.

Para realizar esse procedimento, é necessário fazer um agendamento prévio junto ao órgão, sendo recomendado seguir alguns passos básicos. Saiba como fazer o agendamento da perícia do INSS pela internet, telefone ou pessoalmente em uma das unidades credenciadas.

pericia-inss-como-agendar

Agendar perícia pela Internet

1. Antes de começar o agendamento, é necessário reunir todas as informações e documentos que serão solicitados, como por exemplo, o Número de Identificação do Trabalhador (NIT).

É através dele que o sistema irá localizar a ficha com todas as informações cadastradas no sistema. Além disso, também serão solicitados os dados a seguir:

  • PIS/PASEP/CICI,
  • Nome completo do trabalhador que irá fazer o procedimento (deve ser igual ao apresentado nos documentos)
  • Nome completo da mãe
  • Data de nascimento
  • Categoria do trabalhador
  • Data do último dia de trabalho
  • CID constante do atestado médico que provocou o afastamento
  • CNPJ da empresa
  • CPF e nome do empregador (se for Empregado (a) Doméstico (a))

2. Com todos os documentos em mãos, acesse o site da Previdência Social pelo endereço www.previdencia.gov.br … Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como fazer o agendamento do INSS pela internet

Os postos da Previdência Social recebem diariamente centenas de pessoas que buscam soluções para os mais variados problemas. Uma das principais reclamações dos usuários sempre esteve relacionada com a questão da espera em longas e intermináveis filas. Para facilitar a vida dessas pessoas, o órgão passou a disponibilizar o serviço de agendamento do INSS pela internet.

E o melhor de tudo é que ele engloba vários assuntos. Dessa maneira, antes de comparecer a um dos postos, você poderá utilizar essa opção muito prática e cômoda. Esses são alguns dos serviços que podem ser agendados:

  • Certidão de tempo de contribuição.
  • Pensão por morte.
  • Auxílio reclusão.
  • Pecúlio.
  • Acertos referentes a vínculos e remunerações.
  • Dados cadastrais.
  • Cadastramento de senha.
  • Salário maternidade.
  • Benefícios de assistência.

Como agendar

agendamento-inss-internet

Para realizar o agendamento é necessário ter em mãos o número de identificação do trabalhador (NIT) ou o PIS/PASEP. No caso dos benefícios assistenciais, o agendamento também pode ser feito através do CPF.

A seguir, nós vamos explicar os procedimentos passo-a-passo para você reservar um dia e um horário para ser atendido no posto do INSS mais próximo da sua residência. Confira as dicas até o final e veja como é simples.

1. Acesse o site da Previdência Social pelo endereço www.previdencia.gov.br;

2. Clique na opção “Agendamento” localizada no canto esquerdo da tela;

agendamento-inss-internet-menu

3. Na próxima página você verá uma explicação sobre o agendamento pela internet. Confira as informações e clique em “Agendar”;

agendamento-inss-internet-agendar

4. Escolha a opção “Agendar” e digite o código apresentado pelo sistema. Essa é uma maneira de manter a segurança dos usuários e ter a certeza que não se trata de uma máquina com o objetivo de corromper o sistema;

agendamento-inss-internet-codigo

5.Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como funciona a aposentadoria por idade no INSS

A aposentadoria pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é um direito de todo trabalhador brasileiro. Para receber o benefício, é necessário contribuir para a Previdência Social durante o período em que a atividade profissional for exercida. A contribuição vale tanto para empregados que atuam com carteira assinada, quanto para profissionais que pagam a previdência como autônomos.

O recurso em dinheiro está assegurado na lei, e muitas vezes acaba se tornando o único meio de sobrevivência de muitos idosos e pessoas que tenham sofrido algum tipo de acidente.

Quem pode se aposentar por idade

No Brasil, a aposentadoria por idade é um dos tipos mais comuns solicitados pelos cidadãos. Para conseguir o benefício nesses termos, é preciso seguir algumas especificações próprias, pois o trabalhador deve preencher todos os pré-requisitos exigidos pelo INSS. Veja as características:

Trabalhador urbano

  • Mulheres precisam ter no mínimo 60 anos de idade e 180 meses de contribuição.
  • Homens precisam ter no mínio 65 anos de idade e 180 meses de contribuição.

Segurado especial

Pescador artesanal, indígena, lavrador, etc.

  • Mulheres precisam ter no mínimo 55 anos de idade e 180 meses de contribuição.
  • Homens precisam ter no mínio 60 anos de idade e 180 meses de contribuição.

Saiba como calcular o benefício

aposentadoria-idade-inss-2016

A maneira para calcular o valor a ser recebido no caso das aposentadorias por idade também é diferente e específica para esse caso. Ao todo, são 70% da aposentadoria total com um acréscimo de 1% dado para cada ano que foi feita a contribuição. Para entender melhor, considere o seguinte caso:

Se uma pessoa fez a sua contribuição por 15 anos, terá direito a uma aposentadoria de 85% referente ao valor total (70% + 15%), na prática, isso significa que caso a aposentadoria integral tivesse o valor de R$ 3 mil, esse trabalhador teria direito a receber, nesse caso, R$ 2.550,00, ou seja, 85% desse valor.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Consultar Calendário INSS 2016 completo oficial

O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) é o órgão encarregado pelo governo brasileiro para controlar o orçamento destinado à aposentadoria dos trabalhadores. Todas as pessoas que exercem uma atividade profissional e destinam uma porcentagem do salário para a Previdência, terão direito a receber o benefício quando se aposentarem.

Quando é possível se aposentar

No Brasil, a legislação permite que os empregados deem entrada na aposentadoria através das seguintes possibilidades:

  • Aposentadoria por idade
  • Aposentadoria por tempo de contribuição
  • Aposentadoria por Invalidez
  • Aposentadoria pela nova Lei de pontos 85/95
  • Aposentadoria especial

O que fazer para receber a aposentadoria

Quando o trabalhador cumprir os requisitos necessários para se aposentar, ele deve se dirigir a uma agência da Previdência Social para dar entrada nos papéis. Se o pedido for aprovado, ele então poderá começar a fazer os saques mensais na rede da Caixa Econômica Federal.

Pagamentos

As datas dos pagamentos são estabelecidas através do calendário do INSS. Ele indica os períodos do mês em que o valor está disponível para saque, dividindo a liberação pelo número final do benefício do segurado. O calendário é atualizado anualmente em conjunto entre Caixa e Ministério do Trabalho e Emprego.

Calendário INSS 2016

A partir de agora nós vamos apresentar o Calendário do INSS 2016 e explicar como ele funciona. Confira a tabela completa de pagamentos.

calendario-inss-2016-piso-previdenciario

calendario-inss-2016

1. Quem recebe até o piso previdenciário pode sacar o benefício antes, ou seja, tem direito a receber a aposentadoria nos últimos 5 dias úteis do mês.

Quem recebe acima do piso previdenciário precisa esperar um pouco mais, isto é, tem direito a receber a aposentadoria nos primeiros 5 dias úteis do mês seguinte.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como pagar o INSS como autônomo

Neste post nós explicamos como funcionam as regras para pagar INSS autônomo

Cada vez mais brasileiros trabalham como autônomo: além da dificuldade de encontrar emprego formal, também há bastante gente que prefere ser o seu próprio chefe.

Apesar de haver muita vantagem nesse regime de emprego, há a desvantagem de não haver recolhimento previdenciário e, com isso, aposentadoria.

Para terem direito a esse benefício, os autônomos podem fazer a escolha de pagar o carnê do INSS.

Descubra aqui qual é o código apropriado, como conseguir esse carnê e os valores disponíveis para contribuir com a previdência social.


Como funciona a aposentadoria para autônomos

Esse tipo de aposentadoria é regulada de acordo com o salário mínimo, sendo comum que haja ligeiro reajuste a cada ano.

Os aposentados como autônomos também recebem décimo terceiro, mas cabe dizer que os carnês pagos podem ser de dois valores e que, dependendo de qual o trabalhador escolha, as suas possibilidades de aposentadoria ficam restritas à idade.

A primeira forma de os autônomos fazerem a contribuição previdenciária é baseando-se no teto: para quem consegue lucrar entre R$ 788,00 e R$ 4.663,75 precisa pagar R$ 932,75 todos os meses, o que significa uma contribuição de 20%.

A segunda forma de os autônomos pagarem a previdência é fazendo o cálculo com o salário mínimo: eles precisarão pagar R$ 109,78 mensalmente, o que significa uma contribuição de 11%.

Como pagar o INSS como autônomo


Quais são os possíveis códigos para pagar INSS como autônomo?

As contribuições com a previdência social são organizadas por códigos e há vários deles que servem para quem é autônomo.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais