Como fazer a prova de vida do INSS

Você é uma pessoa beneficiária do INSS? Se a resposta for sim, não se esqueça de que é necessário fazer a prova de vida do INSS, além da renovação da senha bancária, certo?

Hoje em dia, isso é obrigatório para que as pessoas continuem recebendo benefícios como aposentadoria, auxílio doença, entre vários outros.

Essa prova de vida do INSS deve ser feita anualmente, tudo para evitar ao máximo ter o benefício suspenso ou bloqueado. Mas, como será que é possível fazer isso? Será que é algo bastante complicado ou não?

Para saber mais sobre esse assunto tão importante é só continuar acompanhando este conteúdo até o final.


Tenha uma boa leitura!


O que é a prova de vida do INSS?

A prova de vida do INSS, na verdade, é um procedimento obrigatório por lei, que tem como principal objetivo dar mais segurança tanto para o cidadão quanto para o estado.

Isso porque por meio da prova de vida é possível evitar ao máximo que ocorram fraudes, pagamentos indevidos, entre outros problemas.

Mas, como assim? Imagine só que uma pessoa venha a falecer, entretanto mesmo assim continua recebendo algum benefício e nenhum familiar avisa que isso está acontecendo.

Isso é algo errado, ainda mais levando em conta que o valor poderia estar sendo repassado para outra pessoa que realmente precisa.

É muito comum, por exemplo, casos em que a família acaba não cancelando a aposentadoria mesmo depois da morte do titular.

E isso, é claro, faz com que a Previdência Social realize pagamentos indevidos durante um bom tempo, caso não exista a prova de vida ou ela não seja obrigatória.

Portanto, da mesma forma que a prova de vida precisa ser feita em bancos, ela também precisa ser feita no INSS a fim de identificar quem ainda está vivo e apto para continuar recebendo determinado benefício.

Como fazer a prova de vida do INSS


Como funcionam as novas regras para fazer a prova de vida do INSS?

Para facilitar ainda mais a realização da prova de vida do INSS, por parte dos beneficiários, o Governo Federal fez uma resolução.

É importante ressaltar que somente pessoas com mais de 60 anos podem fazer essa prova de vida indo direto a uma agência do INSS. Outras pessoas precisam fazer o agendamento antes, caso contrário não será possível realizar a comprovação.

Existe também a opção de fazer a prova de vida do INSS apenas no banco no qual você recebe o seu benefício. Ou seja, não é obrigatório necessariamente ir até uma agência do INSS.

Na verdade, fica a sua escolha: ou o banco ou o INSS. Nesse caso a idade não influencia, certo? Qualquer pessoa tem essas duas opções.

Em contrapartida, para pessoas com mais de 80 anos ou aquelas que não possuem condições de ir até algum lugar para fazer a prova de vida do INSS, dá para solicitar uma visita domiciliar.

Sendo assim, realmente não há desculpas para não fazer essa comprovação e continuar recebendo o seu benefício.

No caso da visita domiciliar, não precisa se preocupar. Em todos os casos é um servidor autorizado do INSS, devidamente uniformizado e identificado que vai até uma determinada casa e, por meio dessa visita, a prova de vida é efetivada, sem ser preciso sair de casa.

A grande questão é que essa solicitação precisa ser feita em alguma agência do INSS.


Como fazer a prova de vida do INSS?

Todo o processo da prova de vida do INSS é simples. Como já mencionado antes, a pessoa que recebe algum benefício previdenciário precisa ir até uma agência do INSS ou até o banco responsável pelo pagamento e levar um documento de identificação com foto.

A fim de tornar o procedimento ainda mais prático e seguro, alguns bancos já estão usando um sistema de biometria. Dessa forma, é até mesmo possível fazer a prova de vida em um caixa de autoatendimento.

Quer coisa mais prática do que isso? É claro que de qualquer forma ainda existe a opção de fazer direto com o atendente, não precisa se preocupar.

É válido mencionar que para cada tipo diferente de benefício existe um mês certo para fazer a prova de vida do INSS, por isso é importante ficar atento. A boa notícia é que é sempre o mesmo mês, todos os anos. Isso, é claro, para facilitar a vida do beneficiário.

Sendo assim, se você se lembra da data que fez a prova de vida o ano passado, saiba que nesse ano e no próximo o mês será o mesmo.

Apenas não deixe de procurar sempre informações para saber realmente se nada mudou, certo? Para isso, basta entrar em contato com o INSS ou com a sua agência bancária por telefone mesmo.

Caso não seja possível ir até o INSS ou até a agência bancária por conta de algo específico é necessário procurar um procurador.


Data para fazer a comprovação de vida do INSS

Como já mencionado acima, para saber exatamente o seu mês de fazer a prova do vida do INSS é necessário ir até o INSS ou até a agência do seu banco e perguntar. Se preferir, basta pegar o telefone para fazer isso.

Geralmente, essa informação fica impressa também no comprovante do recebimento do seu benefício, independente de qual for ele. Basta procurar por esse dado que com certeza você o encontrará sem nenhuma dificuldade.

Como fazer a prova de vida do INSS


O que acontece se eu perder a data ou se eu não fizer a prova de vida do INSS?

Quem perder o mês ou por qualquer outro motivo não conseguir ir fazer a prova de vida do INSS, precisa estar preparado para uma suspensão do pagamento do benefício até o momento em que a prova de vida for realmente feita.

Para deixar tudo em dia, é necessário ir até a sua agência bancária e fazer a prova de vida. Isso vai garantir que você volte a receber o seu benefício, pode ficar tranquilo.

Links Patrocinados

Consulta INSS

O Consulta INSS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com a Previdência Social. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.