INSS extrato de pagamento consulta

O INSS extrato pagamento é um serviço de cunho informativo oferecido pela previdência social e que visa dar ao beneficiário a possibilidade de comprovar sua renda.

Muitas vezes, as pessoas apresentam a Carta de Concessão às lojas e bancos para comprovar que possuem uma renda mensal.

Entretanto, conforme os anos passam, é comum que essas pessoas percam a Carta de Concessão.

Além disso, os estabelecimentos podem querer uma comprovação de que o benefício em questão não foi suspenso posteriormente: devido a isso, o INSS extrato pagamento é muito mais útil.

Com o INSS extrato pagamento, o beneficiário consegue atestar que continua recebendo um benefício atualmente.

Com isso, ele prova que pode pagar por parcelas de um produto, pela mensalidade de um curso ou de um aluguel, etc.

Quem precisa consultar o extrato de pagamento do INSS deve fazer isso por meio do Meu INSS; este é um sistema disponível na versão site e aplicativo e que reúne todos os dados sobre as contribuições do indivíduo e seus benefícios.

Compreenda agora como fazer a consulta do extrato de pagamento do INSS.

INSS extrato de pagamento consulta


Meu INSS extrato

O INSS extrato pagamento é concedido de graça pela previdência social: primeiro, o beneficiário faz a consulta a partir dos seus dados e, depois, imprime a relação dos pagamentos.

Ressalta-se que os contribuintes podem fazer a emissão do INSS extrato pagamento quando precisar e que esse documento ajuda até mesmo na hora de contestar a previdência social.

Por exemplo: se o cidadão deveria receber R$ 1.670,00 como benefício e está recebendo apenas R$ 1.600,00, é possível usar o INSS extrato pagamento a fim de mostrar isso ao INSS.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Quem tem direito a receber o teto do INSS

Praticamente todo brasileiro tem o desejo de se aposentar com o maior valor possível, o que é chamado de teto do INSS.

De fato, todos os benefícios da previdência social têm um teto e nem sempre é fácil para o contribuinte receber uma quantia alta: tudo dependerá do fator previdenciário e da quantidade de contribuições que cada um fez ao INSS.

Veja, a partir de agora, quem tem direito a receber o teto do INSS. Acompanhe as informações e tenha uma boa leitura!

Quem tem direito a receber o teto do INSS


O que é o fator previdenciário para o teto do INSS?

Tratando-se de quem tem direito a receber o teto do INSS, sempre surge o assunto “fator previdenciário”, apesar de a maioria dos brasileiros não compreender bem o que ele é e porque influencia tanto no valor da sua aposentadoria.

Na realidade, o fator previdenciário é uma conta complexa que foi criada pela previdência social exatamente com o intuito de e evitar que os contribuintes consigam o teto do benefício.

Atualmente, ele é de R$ 5.800,00, mais ou menos, e é fácil entender porque o governo federal não deseja que muitos brasileiros tenham acesso a ele: porque isso representaria um rombo ainda mais dramático aos cofres da previdência social.

Para estabelecer o fator previdenciário, o INSS faz uso da idade do cidadão e do número de contribuições feitas, contabilizando os carnês de pagamento ou GPS e o desconto que sempre ocorre nos salários.


Quem tem direito a receber o teto do INSS

Falando de aposentadoria, você terá direito a receber o teto do INSS, quando tiver contribuído o máximo que poderia.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

O que é teto INSS?

Confira as regras da Previdência Social e saiba como funciona o teto do INSS

Nas discussões e reportagens sobre o INSS, o assunto “teto do benefício” é sempre abordado, especialmente no começo do ano.

A importância dessa temática é que ela interfere no quanto os beneficiários da previdência social poderão receber e, claro, nos cofres da União.

Descubra, neste artigo, o que é o teto do INSS, qual é o seu valor atual e como o governo federal o determina.

O que é teto INSS?


Qual é o teto do INSS?

O teto do INSS corresponde a quantias diferentes, de acordo com os ajustes que a União realiza; porém, ele sinaliza o valor máximo que o beneficiário alcançará.

Desde o começo de 2019, esse teto chegou a R$ 5.800,00, ou seja, as pessoas beneficiárias da previdência social nunca poderão receber mensalmente R$ 5.801,00 ou mais, não importando o quanto de contribuições feitas durante os anos.


Quem pode receber o teto do INSS?

Sobre quem recebe o teto do INSS, a resposta mais justa seria: pouquíssimas pessoas.

Isso porque, conforme o teto os benefícios sobe, a forma de cálculo para concessão de aposentadorias também se torna mais dura, exigindo mais contribuições do cidadão.

Sendo assim, só recebe o teto do INSS as pessoas que fizeram um número alto de contribuições e estas de alíquota maior.

Inclusive, a previdência social também chama esse teto de “aposentadoria integral”; essa informação é relevante aos contribuintes porque muitos advogados e o próprio INSS se referem ao teto dessa maneira.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como funciona o pagamento do INSS para contribuinte individual

Entenda como funcionam as regras do INSS contribuinte individual e saiba como fazer o pagamento do jeito certo

Muitas pessoas têm o seu próprio negócio, não sendo registradas em carteira: é o caso do Microempreendedor Individual, por exemplo.

Como não há empregador para depositar a contribuição previdenciária, eles próprios precisam fazê-la e, devido a isso, são chamados de contribuintes individuais.

Entenda agora como funciona o pagamento do INSS para contribuinte individual, a que tipo de benefícios esses contribuintes têm direito e como fazer os depósitos corretamente inclusive sem errar no código.

Se for preciso, aprenda também como pedir a ajuda do INSS em caso de necessidade.


Quais são os códigos de pagamento do INSS para o contribuinte individual?

A previdência social organiza o recebimento das contribuições por código: isso facilita na hora de consultar se determinado cidadão já pode pedir os benefícios ou não.

Com isso, é preciso que o contribuinte individual saiba exatamente qual é o código em que se encaixa para não ter problemas no momento de se tornar beneficiário.

Os contribuintes individuais podem pagar mensalmente ou trimestralmente, com diferença entre o trabalhador urbano e rural.

Para os trabalhadores urbanos, os códigos são os seguintes:

  • Contribuição mensal com dedução de 45% – 1120;
  • Contribuição mensal comum – 1007;
  • Contribuição trimestral com dedução de 45% – 1147;
  • Contribuição trimestral comum – 1104.

Para os trabalhadores rurais, os códigos de contribuinte individual são os seguintes:

  • Contribuição trimestral com dedução de 45% – 1813;
  • Contribuição trimestral comum – 1228;
  • Contribuição mensal com dedução de 45% – 1805;
  • Contribuição mensal comum – 1287.
Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como pagar INSS retroativo

Já ouviu falar em INSS retroativo? Sabe o que é e como pagar? Pois então fique sabendo que é realmente muito importante ter isso em mente o quanto antes.

Com certeza você já deve imaginar que manter a sua contribuição à Previdência Social em dia é algo realmente muito importante, não é mesmo?

Tudo isso, é claro, com o principal objetivo de garantir o seu direito aos benefícios previdenciários – aposentadoria, salário maternidade, pensão por morte, auxílio doença, entre outros.

Quando recolhida da forma correta, a sua contribuição é capaz de influenciar e muito na sua aposentadoria por tempo de contribuição, por exemplo, por isso é importante estar sempre atento.

No entanto, é claro que o próprio INSS já sabe que é realmente difícil conseguir contribuir no prazo e da forma correta todos os meses, infelizmente. Às vezes, pode ser que algum imprevisto ocorra e que o dinheiro precise ser utilizado para outra coisa, é normal.

E é exatamente por entender isso é que é possível fazer o pagamento do INSS retroativo, ou seja, procurar qualquer agência para efetuar o pagamento daquelas contribuições que acabaram passando por algum motivo.

Para entender melhor como funciona tudo isso, continue a leitura deste artigo e descubra ao certo como pagar o INSS retroativo.


Quem precisa pagar o INSS retroativo?

Agora você já sabe que o pagamento do INSS retroativo precisa ser feito por aquelas pessoas que deixaram de pagar as suas contribuições mensais no tempo certo, independente do motivo.

Dessa forma, se você está querendo se aposentar, mas sabe que possui algumas contribuições em aberto, é possível realizar o pagamento para que todo o tempo possa ser contabilizado no cálculo.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como fazer pagamento do INSS 2019

Confira todas as orientações e veja como fazer pagamento INSS 2019

É comum que muitas pessoas queiram saber como fazer o pagamento do INSS. Esse é o seu caso também? Então pode ficar tranquilo. Afinal de contas, não é nada difícil.

Além disso, este artigo vai servir como um passo a passo completo sobre como fazer o pagamento do INSS. Preste bastante atenção em todas as etapas e não fique com nenhuma dúvida.

É claro que também serão abordadas mais algumas informações importantes a respeito do INSS ao longo deste conteúdo. Levando isso em consideração, continue a leitura do artigo e saiba mais!


Como funciona o INSS

O INSS, sigla usada para se referir ao Instituto Nacional do Seguro Social, é um órgão que tem como principal objetivo recolher uma taxa mensal do salário dos trabalhadores para que eles tenham acesso à aposentadoria futuramente e também a inúmeros outros benefícios.

Todas aquelas pessoas que trabalham com carteira assinada possuem direito a esses benefícios.

É válido ressaltar que essa taxa é recolhida todo mês em um dia determinado e, na maioria das vezes, o trabalhador nem chega a receber esse dinheiro. Ou seja, a própria empresa já desconta do salário e faz o pagamento do INSS.

Como já mencionado, essa quantia é usada, em grande parte, com a finalidade de pagar todas as aposentadorias e benefícios.

Dessa forma, pode-se dizer que uma pessoa trabalha e paga a aposentadoria de outras pessoas, para que no futuro outras paguem a sua.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como pagar o INSS de empregada doméstica

Em 2015, as empregadas domésticas receberam diversas inovações em seus direitos trabalhistas. A partir desse ano a chamada PEC das domésticas entrou em vigor, transformando essa área de trabalho no Brasil. Apesar de ser importantíssima, muitos patrões e empregadas ainda ficam confusos com as regras. O INSS de empregada doméstica é um dos principais pontos obscuros para a maioria.

Aqui você aprenderá como o pagamento de INSS para essas profissionais deve acontecer por parte do empregador. Também aprenderá um pouco sobre o esocial, uma plataforma que facilita a vida de empregadores e empregadas. Continue lendo para conferir tudo que precisa saber sobre como pagar o INSS de empregada doméstica.


Como pagar o INSS de empregada doméstica

Como pagar o INSS de empregada doméstica

O INSS para essa classe trabalhadora não é exatamente uma novidade. A lei já garantia que elas recebessem INSS anteriormente, mas não tinha meios tão práticos para o recolhimento. Atualmente o empregador tem a possibilidade de pagar o INSS juntamente com todos outros tributos relacionados a sua empregada doméstica.

Assim tornou-se mais prático recolher os impostos que dão direito a benefícios como aposentadoria, licença maternidade e afins.

Para as empregadas domésticas o pagamento acontece através do esocial. Lá o empregador consegue informar o vínculo empregatício da empregada e emitir a guia de recolhimento.

Essa guia única junta todos os impostos que o empregador deve recolher em relação a sua empregada doméstica.

Para cadastrar a funcionária no esocial basta seguir o passo a passo que descrevemos abaixo:

  1. Acesse o site do esocial no link: como pagar o INSS de empregada doméstica
  2. Selecione a opção “ACESSE O ESOCIAL”.
Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como fazer o pagamento do INSS em atraso

O Instituto Nacional de Seguro Social, ou simplesmente INSS, é um órgão ligado à Previdência Social que tem como principal responsabilidade administrar os recursos referentes ao seguro-doença, seguro-desemprego, aposentadoria, entre outros casos ligados aos trabalhadores brasileiros, tanto autônomos, quanto aqueles com carteira assinada.

O INSS é responsável por receber as contribuições recolhidas, a fim de alocar da melhor maneira esses recursos, pois esse montante será usado para fazer os pagamentos citados acima. O governo é um grande incentivador desse pagamento, visto que essa é uma maneira de manter as suas contas em dia.

No que se refere aos trabalhadores com carteira assinada, esse pagamento mensal é de responsabilidade do empregador, inclusive no caso do empregado doméstico registrado. Já os profissionais liberais são responsáveis por seus próprios pagamentos.

INSS atrasado

pagar-inss-em-atraso

Por uma série de motivos, pode acontecer de o INSS ficar em atraso por algum tempo. Para esses casos, existem alguns procedimentos e regras que precisarão ser seguidas para o trabalhador colocar as contas em dia, tais como:

1. Apresentar o comprovante de que o trabalhador realmente exerceu funções que estão sujeitas ao pagamento do INSS, mas que não receberam.

2. Verificar as datas atrasadas, assim é possível saber se o pagamento ainda poderá ser feito, ou não.

3. Para casos em que o atraso seja igual ou superior a cinco anos, o governo exige que seja feito o pagamento de uma multa. Ela é calculada a partir de uma média do valor devido, e sobre ele são adicionados mais 20%.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais

Como pagar o INSS como autônomo

Neste post nós explicamos como funcionam as regras para pagar INSS autônomo

Cada vez mais brasileiros trabalham como autônomo: além da dificuldade de encontrar emprego formal, também há bastante gente que prefere ser o seu próprio chefe.

Apesar de haver muita vantagem nesse regime de emprego, há a desvantagem de não haver recolhimento previdenciário e, com isso, aposentadoria.

Para terem direito a esse benefício, os autônomos podem fazer a escolha de pagar o carnê do INSS.

Descubra aqui qual é o código apropriado, como conseguir esse carnê e os valores disponíveis para contribuir com a previdência social.


Como funciona a aposentadoria para autônomos

Esse tipo de aposentadoria é regulada de acordo com o salário mínimo, sendo comum que haja ligeiro reajuste a cada ano.

Os aposentados como autônomos também recebem décimo terceiro, mas cabe dizer que os carnês pagos podem ser de dois valores e que, dependendo de qual o trabalhador escolha, as suas possibilidades de aposentadoria ficam restritas à idade.

A primeira forma de os autônomos fazerem a contribuição previdenciária é baseando-se no teto: para quem consegue lucrar entre R$ 788,00 e R$ 4.663,75 precisa pagar R$ 932,75 todos os meses, o que significa uma contribuição de 20%.

A segunda forma de os autônomos pagarem a previdência é fazendo o cálculo com o salário mínimo: eles precisarão pagar R$ 109,78 mensalmente, o que significa uma contribuição de 11%.

Como pagar o INSS como autônomo


Quais são os possíveis códigos para pagar INSS como autônomo?

As contribuições com a previdência social são organizadas por códigos e há vários deles que servem para quem é autônomo.… Clique aqui para ler todas as informações

Leia Mais