Como pagar INSS retroativo

Já ouviu falar em INSS retroativo? Sabe o que é e como pagar? Pois então fique sabendo que é realmente muito importante ter isso em mente o quanto antes.

Com certeza você já deve imaginar que manter a sua contribuição à Previdência Social em dia é algo realmente muito importante, não é mesmo?

Tudo isso, é claro, com o principal objetivo de garantir o seu direito aos benefícios previdenciários – aposentadoria, salário maternidade, pensão por morte, auxílio doença, entre outros.

Quando recolhida da forma correta, a sua contribuição é capaz de influenciar e muito na sua aposentadoria por tempo de contribuição, por exemplo, por isso é importante estar sempre atento.


No entanto, é claro que o próprio INSS já sabe que é realmente difícil conseguir contribuir no prazo e da forma correta todos os meses, infelizmente. Às vezes, pode ser que algum imprevisto ocorra e que o dinheiro precise ser utilizado para outra coisa, é normal.

E é exatamente por entender isso é que é possível fazer o pagamento do INSS retroativo, ou seja, procurar qualquer agência para efetuar o pagamento daquelas contribuições que acabaram passando por algum motivo.

Para entender melhor como funciona tudo isso, continue a leitura deste artigo e descubra ao certo como pagar o INSS retroativo.


Quem precisa pagar o INSS retroativo?

Agora você já sabe que o pagamento do INSS retroativo precisa ser feito por aquelas pessoas que deixaram de pagar as suas contribuições mensais no tempo certo, independente do motivo.

Dessa forma, se você está querendo se aposentar, mas sabe que possui algumas contribuições em aberto, é possível realizar o pagamento para que todo o tempo possa ser contabilizado no cálculo.

Entretanto, é preciso atender aos seguintes requisitos para realmente ter direito a pagar o INSS retroativo:

Contribuinte individual

Os contribuintes individuais, também conhecidos como trabalhadores autônomos, são aqueles que trabalham e que pagam o INSS por conta própria.

Nesses casos, o pagamento do INSS retroativo pode ser em qualquer época, desde que seja comprovado o efetivo exercício da atividade do trabalhador durante o período que a contribuição não foi feita.

Se um determinado contribuinte individual tiver deixado de contribuir corretamente por um período maior do que cinco anos, para saber exatamente o valor que deve ser pago é necessário mostrar a documentação comprobatória.

Tudo com o objetivo de que seja possível fazer a média do salário que o trabalhador recebia na época, junto com multas e juros.

Contribuinte facultativo

Existe também o contribuinte facultativo, ou seja, aquele que não faz nenhuma atividade remunerada, mas mesmo assim contribui com o INSS a fim de garantir todos os benefícios da Previdência Social.

Nesse caso em específico, o pagamento do INSS retroativo somente pode ser realizado caso o atraso seja igual ou menor do que seis meses.

Como pagar INSS retroativo


Quem não precisa pagar o INSS retroativo?

Em algumas situações, não é o empregado que faz o pagamento do INSS retroativo, são elas: trabalhos feitos para pessoa jurídica, empregados rurais antes de 1991 e empregados que possuem carteira assinada.


Como calcular o valor do INSS retroativo?

Mas, afinal, como calcular o valor do INSS retroativo? Para isso, o primeiro passo é ter conhecimento se a sua contribuição está vencida há mais de cinco anos.

Caso esse período não seja ultrapassado, dá para fazer o cálculo do valor a ser pago através de um programa simulador do INSS.

Esse programa pode ser encontrado no site da Receita Federal e ele já mostra o valor junto com multas e juros.

Entretanto, nos casos de falta de pagamento por um período maior do que cinco anos, é necessário fazer outro procedimento, isso porque o valor a ser pago é calculado levando em conta 80% das contribuições de valor mais alto que você já fez algum dia.

Depois disso, um valor de 20% sobre o resultado final será acrescido para contar as multas e os juros.

Se estiver com dificuldades de encontrar informações ou até mesmo de fazer o cálculo do INSS retroativo, o mais recomendado é falar com um advogado especialista em previdência, uma vez que ele será a melhor pessoa para te ajudar com esse problema.


Como fazer o pagamento do INSS retroativo?

Finalmente chegou a hora de entender como fazer o pagamento do INSS retroativo, não é mesmo?

O primeiro passo para isso é comprovar que você exerceu alguma atividade remunerada no período em que não fez a contribuição no prazo.

Pegue toda a documentação necessária e realize um agendamento para comparecer em alguma agência do INSS. Esse agendamento pode ser feito através do telefone ou do portal Meu INSS, fica a sua escolha.

No dia de ir até a Previdência Social, tenha em mãos esses comprovantes para conseguir comprovar que você realmente trabalhou durante todo o tempo em que não fez o pagamento da contribuição: contratos de trabalho, documento de inscrição na prefeitura, imposto de renda, notas fiscais, recibos, entre outros.

Nunca se esqueça de que é realmente muito importante regularizar a sua situação o quanto antes, certo? Afinal de contas, caso contrário todos aqueles benefícios previstos por lei não serão mais de seu direito, algo que é bastante ruim, com certeza.

Além de tudo, é claro, lembre-se de que quanto mais tempo levar para pagar os seus débitos, mais altas serão as multas e os juros aplicados.

Veja sempre se tudo está em ordem e, se não estiver, procure colocar as contas em dia o mais rápido possível. Isso, na verdade, vale para todas as contas, e não apenas para a contribuição do INSS.

Tenha sempre em mente que deixar para pagar tudo depois é algo perigoso e que pode te colocar dentro de muitas dívidas.

Como pagar INSS retroativo


Faça o pagamento do seu INSS

Agora com certeza deu para entender tudo sobre o pagamento do INSS retroativo, não é mesmo?

O importante é tentar fazer sempre o pagamento em dia e utilizar o INSS retroativo apenas quando realmente não de.

Não se esqueça de que apenas fazendo a contribuição da forma certa é possível continuar tendo o direito de receber todos os benefícios oferecidos pela Previdência Social.

Links Patrocinados

Consulta INSS

O Consulta INSS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com a Previdência Social. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.