Como dar entrada no auxílio doença 2019

Confira os procedimentos para solicitar o auxilio doença INSS em 2019

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) recebe diariamente solicitações de auxílio doença.

Esse é um benefício oferecido ao contribuinte por tempo limitado, sendo conhecido como a porta de entrada para a aposentadoria por invalidez (em alguns casos).

A sua aprovação ou não depende da avaliação da perícia.



O que é o auxílio doença do INSS?

É um benefício em dinheiro pago aos cidadãos que, por estarem doentes ou incapacitados, não podem trabalhar.

O tempo pelo qual o auxílio doença é recebido depende do tipo de problema de saúde e do parecer dos peritos: há contribuintes que o recebem por alguns meses, enquanto outros ficam anos sendo beneficiados.

As doenças pelas quais as pessoas podem pedir esse auxílio são variadas, como cegueira, problemas de coluna, doenças mentais, problemas cardíacos, tuberculose, mal de Parkinson e outras.

Já o valor do auxílio doença é estabelecido considerando os recolhimentos previdenciários do último ano.

Como dar entrada no auxílio doença 2019


Passo a passo para dar entrada no auxílio doença 2019

Dá para pedir o auxílio doença no telefone 135 ou usando o site do INSS: https://www2.dataprev.gov.br/sabiweb/agendamento/inicio.view#sabiweb. Faça o seguinte:

  • Reproduza as letras e números que compuserem o código captcha;
  • Clique em “confirmar”;
  • Determine o Estado e a unidade do INSS;
  • Escolha o dia e horário da perícia médica;
  • Clique em “Avançar”;
  • O site da previdência mostrará um formulário que tem de ser completamente preenchido;
  • Depois, clique em “Avançar” de novo;
  • Guarde o protocolo de agendamento de perícia que o INSS apresentar.

Se o cidadão faltar à perícia sem justificativa, só poderá fazer outro pedido depois de um mês.

O Meu INSS costuma ser usado para agendamento de perícias também: https://meu.inss.gov.br/central/index.html. Veja como utilizá-lo:

  • Role as opções à esquerda para baixo até surgir “Agende sua perícia”;
  • Clique nela;
  • Clique em “Agendar novo”;
  • Preencha o que o INSS solicitar.

Para o agendamento do auxílio doença usando o Meu INSS, o contribuinte terá de se cadastrar fazendo o seguinte:

  • No link do “Meu INSS”, clique em “Entrar” e em “Login”;
  • Uma pequena janela será aberta, com o nome “Cidadão.br”;
  • Clique em “Cadastre-se” e, depois, em “Cadastre-se” de novo;
  • Em uma página maior, deve-se colocar todas as informações pessoais pedidas;
  • Ao final, é só retornar ao “Meu INSS” e agendar.

Documentos para pedir o auxílio doença INSS

Um dos fatores que fazem com que esse auxílio seja negado é a falta de documentos: é indispensável que o INSS tenha certeza de que, clinicamente falando, o contribuinte está mesmo incapacitado. Será solicitado:

  • CPF;
  • Laudo médico no qual esteja especificada a doença;
  • Documento de identidade com foto;
  • Comprovante de contribuição previdenciária: servem tanto os carnês quando a carteira profissional;
  • Além do laudo médico, é fundamental que também se levem os exames laboratoriais e que eles tenham sido feitos há pouco tempo.

Para pessoas que sofrem acidente de trabalho, existe uma documentação a mais que precisa ser feita pela empresa: trata-se da Comunicação de Acidente de Trabalho, conhecida como CAT. É indispensável que a empresa avise a ocorrência rapidamente à previdência social.


Decisão judicial para auxílio doença do INSS

Como outros benefícios previdenciários, pode ocorrer de o INSS se recusar a concedê-lo. Caso o contribuinte acredite que realmente tem direito ao auxílio doença, deve fazer a solicitação judicial no fórum.

Se essa requisição for deferida, mas sem uma data-limite, então a previdência pagará o auxílio por quatro meses.


Concessão do auxílio doença do INSS

A concordância da previdência social com o auxílio doença vem por meio da carta de concessão, que também é enviada no caso de outros benefícios.

Antes mesmo de a carta de concessão ser mandada, entretanto, dá para o solicitante consultar o andamento em https://www2.dataprev.gov.br/sabiweb/relatorio/imprimirCRER.view?acao=imprimir_CRER:

  • Coloca-se CPF, número do requerimento ou do benefício, nome do contribuinte e data de nascimento;
  • Reproduz-se o código de números e letras e clica-se em “Imprimir”.

O Meu INSS permite consultar cartas de concessão também: https://meu.inss.gov.br/central/index.html#/. É só clicar nela, à esquerda, e fazer login.

Outros métodos de saber sobre a concessão de auxílio doença é ir ao INSS pessoalmente ou consultar o telefone 135.

Como dar entrada no auxílio doença 2019


Dá para prorrogar o auxílio doença do INSS?

Esse benefício não tem um período certo de depósito, como o seguro desemprego, que é pago por até cinco depósitos.

Entretanto, há pessoas que ainda não estão recuperadas e que precisam pedir ao INSS a prorrogação do auxílio doença.

Para a prorrogação, é necessário ter novos documentos médicos que mostrem que a condição continue incapacitante. Isso significa que novos exames laboratoriais ou laudos precisarão ser levados à previdência.

Para prorrogar virtualmente, usa-se o link https://www2.dataprev.gov.br/sabiweb/pppr/inicio.view#sabiweb:

  • Os mesmos documentos enumerados na solicitação de benefício serão pedidos nessa etapa;
  • Coloca-se o código alfanumérico e clica-se em “Confirmar”.

A prorrogação do pagamento do auxílio doença também pode ser pedida no número 135 e nos postos do INSS.

Nem sempre, contudo, essa prorrogação é permitida: haverá nova perícia médica e o contribuinte terá de esperar por uma nova carta de concessão.

Links Patrocinados

Consulta INSS

O Consulta INSS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com a Previdência Social. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.